União Europeia doa US$ 4,5 milhões para projeto do PMA no Paquistão
BR

29 dezembro 2016

Dinheiro está sendo utilizado para ajudar famílias afetadas pela insegurança alimentar e pela seca na província de Sindh; quase 84% das residências tem escassez de água.

Leda Letra, da ONU News em Nova York.

O Programa  Mundial de Alimentos, PMA, recebeu uma doação de US$ 4,5 milhões da União Europeia. O dinheiro está sendo usado para ajudar na recuperação e estabilização das pessoas afetadas pela insegurança alimentar e pela seca na província de Sindh, no Paquistão.

Segundo o PMA, a verba também serve para programas de apoio nutricional, já que a prioridade é reverter os episódios de desnutrição e os danos causados pela perda de gado devido à seca.

Sem água

O diretor do PMA no Paquistão, Finbarr Curran, explica que em algumas áreas, 37% dos que morrem são crianças e 100% das pessoas enfrentaram seca moderada. Com isso, quase 84% das famílias sofrem com a escassez de água e 28% não têm acesso a fontes de água potável.

Já o tratamento para desnutrição está sendo fornecido a 19 mil crianças entre seis meses e cinco anos de idade e também para 18 mil grávidas e mulheres que estão amamentando, mas estão desnutridas.

Saúde

O PMA no Paquistão trabalha com o governo da província de Sindh, para melhorar a saúde da população, especialmente das crianças que sofrem com a falta de nutrientes.

A agência da ONU também ajuda as comunidades a lidarem melhor com os efeitos de desastres naturais, inclusive ensinando técnicas de preparação. As famílias recebem ainda assistência em dinheiro para que possam lidar com as perdas causadas pela seca.

Notícias Relacionadas:

África tem maioria das 39 nações que precisarão de apoio alimentar em 2017

Vacina reduz 79% de óbitos por sarampo, mas doença ainda mata 400 por dia

Ban pede justiça para as vítimas do ataque no Paquistão 

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud