Efeitos do El Niño afetam mais de 9,7 milhões de pessoas na Etiópia

27 dezembro 2016

Situação piorou com cheias prolongadas, surtos de doenças e interrupção dos serviços públicos básicos; ONU quer melhorar apoio com água, melhores condições para o gado e para safras.

Eleutério Guevane, da ONU News em Nova Iorque.

As Nações Unidas anunciaram que projetos do setor de água, saneamento e higiene com apoio internacional devem beneficiar pelo menos 9,2 milhões de pessoas na Etiópia em 2017.

A meta é do Escritório da ONU para os Assuntos Humanitários, Ocha, que destaca o impacto negativo da seca agravada pelo fenómeno climático “na vida e nos meios de subsistência de mais de 9,7 milhões de pessoas”.

Doenças

O  El Niño foi combinado a cheias prolongadas, a surtos de doenças e à interrupção dos serviços públicos básicos que afetaram o país em 2016.

Há indicações de que condições adversas no Oceano Indico poderão afetar a disponibilidade de água, as condições do gado e as colheitas no sul e no leste do país africano.

Para reforçar a assistência logística, o escritório destacou que mais de 600 funcionários receberam formação em áreas que incluem ajuda alimentar. O grupo está pronto para  fazer a gestão de armazéns, do transporte terrestre e das operações em portos e unidades móveis de ajuda .

Estação seca

Perante a necessidade de responder a várias situações o Ocha ressaltou que é preciso aumentar os serviços para transportar água durante a estação da seca que transita para 2017.

As fontes de água são agora usadas em excesso devido à escassez e vários pontos para obter o líquido não funcionam.

Notícias relacionadas:

Com continuação da seca, Corno de África prepara-se para outra época de fome

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud