Acnur promove diálogo sobre proteção de crianças em trânsito
BR

8 dezembro 2016

Iniciativa quer alcançar menores de idade que fogem de guerras e conflitos e lutam para encontrar um lugar seguro; mais da metade dos refugiados do mundo são crianças; evento de dois dias acontece em Genebra.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.*

Começou esta quinta-feira, em Genebra, o diálogo do alto comissário da ONU para Refugiados sobre desafios para a proteção de civis. Neste ano, o foco são as crianças em trânsito, ou seja, aquelas que fogem da violência e de guerras e lutam para chegar a um lugar seguro.

Segundo a agência da ONU para Refugiados, Acnur, as crianças representam mais da metade dos refugiados do mundo. Enquanto estão tentando buscar abrigo em outras regiões, muitas acabam parando em centros de detenção, o que “pode ter impactos negativos sérios no seu bem-estar e saúde mental”.

Proteção

O Acnur lembra que os menores em trânsito ficam mais vulneráveis a violência e exploração sexual e correm o risco de ficarem sem país. Com um futuro incerto, muitas ficam sem ir à escola durante anos.

O alto comissário da ONU para Refugiados, Filippo Grandi, destaca que independente das circunstâncias, todas as crianças em trânsito precisam de proteção especial e de apoio. Além disso, elas necessitam de “carinho, cuidados e da chance de ir para a escola”.

Grandi faz um apelo ao fim da detenção dos menores migrantes. Segundo ele, com o número de deslocamento forçado global atingindo o recorde de 65,3 milhões de pessoas, o número de crianças desacompanhadas ou separadas de suas famílias em busca de refúgio também cresceu drasticamente.

No ano passado, foram registrados 112 mil pedidos de asilo por crianças que viajaram sozinhas, o número mais alto desde que o Acnur começou a coletar os dados em 2006.

O diálogo termina na sexta-feira. O fórum foi estabelecido há nove anos, permitindo que os participantes troquem ideias sobre questões ligadas à proteção global de refugiados.

*Apresentação: Edgard Júnior.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud