Fórum da internet discute desafio para conectar 3,9 bilhões de pessoas
BR

6 dezembro 2016

Para representante da ONU, tecnologia da informação e da comunicação pode ajudar na implementação da Agenda 2030; reunião anual acontece em Guadalajara, no México, com participação dos setores público e privado.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.*

Começou esta terça-feira o Fórum de Governança da Internet, que neste ano acontece em Guadalajara, no México. Com a participação de representantes da ONU, de governos e do setor privado e especialistas em segurança cibernética, a conferência debate como conectar 3,9 bilhões de pessoas que ainda estão sem acesso à internet.

O secretário-geral assistente da ONU para o Desenvolvimento Econômico está em Guadalajara e explicou à Rádio ONU como o fórum fornece um espaço importante para as discussões sobre como conectar inclusive as pessoas mais pobres do mundo, como as que vivem em áreas rurais e os povos indígenas.

Acessibilidade

Lenni Montiel destacou também que as tecnologias da informação e da comunicação são ferramentas essenciais para que os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável sejam alcançados.

Segundo o representante da ONU, educação, acessibilidade para as pessoas com deficiência e fornecimento de serviços de saúde são algumas das áreas em que a tecnologia e a internet são recursos importantes.

Índices

Montiel destaca que o total de pessoas que não têm conexão online representa 53% da população mundial. Apesar da internet ser fundamental para o desenvolvimento, cerca de 75% dos habitantes da África não estão conectados, enquanto na Europa o índice é de 21%.

O Fórum de Governança da Internet segue até sexta-feira, 9 de dezembro. O tema escolhido para a conferência este ano é “Permitindo um Crescimento Inclusivo e Sustentável”, que foca na proteção ambiental e em ações para a resiliência climática.

*Com reportagem de Jorge Mirayes, enviado da Rádio ONU a Guadalajara.

Leia e Ouça:

Voluntários ajudam a implementar ODSs em Moçambique

Portugal e Brasil encabeçam lista de acesso à internet dos países lusófonos

Comércio online vale US$ 22 trilhões, mas precisa atingir potencial máximo

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud