Pnud diz que juventude é chave para progresso do Oriente Médio
BR

1 dezembro 2016

Relatório da agência da ONU mostra que países da região podem alcançar um grande avaço no desenvolvimento e garantir a estabilidade; para isso é necessário priorizar políticas que garantam bem-estar dos jovens.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.*

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, afirmou que os países árabes podem conquistar um grande avanço no desenvolvimento e garantir a estabilidade da região.

O relatório de Desenvolvimento Humano Árabe 2016 disse que para que isso seja alcançado, as nações devem priorizar a adoção de políticas que assegurem o bem-estar, a produtividade, a determinação e a cidadania dos jovens.

Dependentes

A diretora regional do escritório do Pnud para os países árabes, Sophie de Caen, declarou que “a onda de manifestações por toda a região árabe desde 2011 mostrou a todos que não se pode mais tratar os jovens no Oriente Médio como dependentes passivos ou uma geração que está aguardando”.

Segundo ela, “os jovens da região têm mais educação, estão mais conectados e mais móveis do que antes”.

O Pnud informou que “nunca a área teve tantos jovens; a camada entre 15 e 29 anos representa 30% da população, aproximadamente 105 milhões de pessoas.

O relatório prevê que numa região onde 60% da população ainda não atingiu os 30 anos, essa juventude vai ter uma importância crucial por pelo menos duas décadas.

*Apresentação: Michelle Alves de Lima.

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud