Ioga e falcoaria portuguesa declarados Patrimônio Cultural da Humanidade
BR

1 dezembro 2016

Ao tomar a decisão, Unesco explica que filosofia por trás da prática secular nascida na Índia influenciou saúde, medicina, educação e artes; tradição da falcoaria portuguesa também existe há vários séculos.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, declarou que o ioga é Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. A decisão foi tomada esta quinta-feira, em Adis Abeba, na Etiópia, onde está reunido o comitê da agência.

Segundo a Unesco, a “filosofia por trás da prática secular influenciou vários aspectos da sociedade da Índia, em áreas como saúde, medicina, educação e artes”.

Poses e Meditação

Praticar ioga envolve uma série de poses, meditação, controle da respiração, mantras e outras técnicas que ajudam a “aliviar sofrimento e alcançar um estado de libertação”, de acordo com a Unesco.

Ao tomar a decisão, a agência da ONU lembra que desde jovens até idosos podem praticar ioga, que “não discrimina gênero, classe social ou religião”, tendo se tornado inclusive popular em vários países.

Falcoaria

A Unesco também declarou a falcoaria de Portugal, e de outros 17 países, como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. De Lisboa, o presidente da Associação Portuguesa de Falcoaria, Pedro Afonso, explicou à Rádio ONU um pouco sobre a tradição.

image
Foto: Associação Portuguesa de Falcoaria

“É uma forma de caça, ou seja, é uma parceria que se estabelece entre o ser humano e uma ave de presa, uma ave de rapina, um falcão, uma águia. E serve para um propósito: conseguir capturar uma presa, um coelho, uma perdiz etc, neste jogo de equipe entre ave e falcoeiro. A falcoaria existe em Portugal praticamente desde sempre. Nós temos registro da falcoaria em Portugal desde o século quinto, ou seja, o país nem estava estabelecido concretamente.”Segundo Pedro Afonso, cerca de 100 falcoeiros praticam com regularidade em Portugal e o reconhecimento da Unesco demonstra a importância de se preservar a arte.

Além de Portugal, entre os 17 países que pediram à Unesco para incluir a falcoaria na lista de patrimônio estão Alemanha, Áustria, Bélgica, Itália, Marrocos, Paquistão, Síria e Espanha. Todos tiveram a solicitação aceita.

Leia e Ouça:

Unesco: olaria negra de Bisalhães, em Portugal, precisa urgente de preservação

Unesco diz que "filosofia é a arte de viver juntos"

Entrevista: Vincent Defourny

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud