ONU coloca as pessoas no centro da nova estratégia de combate ao cólera
BR

30 novembro 2016

Em entrevista, o porta-voz do secretário-geral disse que o combate à doença será longo e aprofundado, e que as Nações Unidas estarão ao lado do povo e das autoridades haitianas; Stephane Dujarric falou à Rádio ONU às vésperas de uma reunião sobre o tema em Nova York.

Monica Grayley, da Rádio ONU.*

A luta para eliminar o cólera no Haiti contará com a ajuda das Nações Unidas lado a lado das autoridades e do povo haitianos.

A declaração foi dada à Rádio Minustah FM pelo porta-voz do secretário-geral, Stephane Dujarric.

O porta-voz disse que esta é uma abordagem que vai ao fundo do problema e com investimentos de largo prazo como por exemplo em saneamento básico e o fornecimento de água potável, mas também com impacto de curto prazo para conter o avanço do cólera e assistir diretamente as pessoas afetadas.

Segundo o porta-voz, o combate à doença será aprofundado e longo. Nesta quinta-feira, as Nações Unidas devem apresentar a nova estratégia para eliminar a infecção e que coloca as pessoas no centro das ações.

A estratégia doi anunciada pela ONU em agosto, mas será apresentada aos países-membros na Assembleia Geral neste 1º de dezembro pelo próprio secretário-geral Ban Ki-moon.

Esforços

Uma das ações consiste de intervenções rápidas nas áreas mais atingidas e consideradas de alto risco à saúde pública.

Stephane Dujarric explicou alguns detalhes sobre a coordenação de esforços.

Dujarric afirmou que a ONU deve escutar o povo haitiano, as comunidades do país, o que deve ser de grande importância para o sucesso da estratégia. Uma vez que apenas os haitianos nas comunidades afetadas poderão dizer do que precisam e como podem ser ajudados.

Stephane Dujarric finalizou a entrevista afirmando que o secretário-geral reconhece a responsabilidade moral com relação às pessoas mais afetadas pela epidemia na ilha caribenha.

Segundo o porta-voz, a ONU lamenta o terrível sofrimento enfrentado pelo povo haitiano por causa do cólera.

O programa da nova estratégia de combate ao cólera no Haiti deve custar cerca de US$ 400 milhões.

*Com reportagem de Cristina Silveiro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud