Metade da população da República Centro-Africana precisa de ajuda

28 novembro 2016

Coordenador humanitário da ONU para o país explica que apesar de potencial agrícola, nação tem uma das taxas mais altas do mundo de desnutrição crónica; 1,6 milhão de centro-africanos estão a necessitar de assistência externa.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Quase metade da população da República Centro-Africana necessita receber assistência humanitária, revelou esta segunda-feira a ministra para o Bem Estar e Reconciliação, Virginie Baikoua.

Ela falou com os jornalistas em Genebra, ao lado do coordenador humanitário da ONU para a República Centro-Africana. Fabrizio Hochschild pediu mais atenção e apoio dos Estados-membros para o que disse ser uma “crise humanitária esquecida”.

Mortes

O representante da ONU afirmou que o país é um dos mais pobres e negligenciados do mundo, sendo que os conflitos apenas pioram a situação. Nos últimos três meses, surgiram seis confrontos, que resultaram em centenas de mortes e em dezenas de milhares de desalojados.

O Plano de Resposta Humanitária da ONU para atender o país em 2017 tem o valor de US$ 400 milhões, necessários para ajudar 1,6 milhão de civis. Apesar do imenso potencial agrícola, a República Centro-Africana tem uma das mais altas taxas de desnutrição crónica do mundo, que afeta uma entre duas crianças.

Refugiados

Insegurança, fraco acesso à água potável e a cuidados de saúde são outros problemas. O coordenador da ONU também afirmou que as taxas de mortalidade materna e infantil estão entre as mais altas do mundo.

Um entre 10 centro-africanos vive como refugiado, sendo que a maioria buscou abrigo nos Camarões. Fabrizio Hochschild destacou que “esforços humanitários são críticos para a estabilizar o país, enquanto são tratadas as questões políticas, de desenvolvimento e de segurança.”

Leia e Oiça:

Onda de violência na República Centro-Africana mata 85 civis em cinco dias

ONU saúda US$ 2,28 mil milhões de promessas à República Centro-Africana

Rep. Centro-Africana: expetativa para conferência de doadores é "enorme"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud