Ban: união global é imparável para conter mudanças climáticas
BR

15 novembro 2016

Na COP22,  secretário-geral menciona encontro com presidente-eleito americano Donald Trump; Acordo de Paris foi ratificado por 109 países que correspondem a 75% das emissões dos gases de efeito de estufa.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas destacou esta terça-feira que a união global em torno das alterações do clima que “em tempos parecia impensável agora se tornou imparável”.

Ban Ki-moon falava em Marrakech, no Marrocos, na Conferência da ONU sobre Mudança Climática, COP22.

Seriedade e urgência

O chefe da ONU disse a jornalistas que já falou das expectativas e das esperanças de que o recém-eleito presidente americano Donald Trump “realmente ouça e entenda a seriedade e a urgência de lidar com a mudança climática.”

Ele citou companhias americanas e a ação com a ONU em temas sobre o clima como o compromisso da General Mills e da Kellog para eliminar o desflorestamento impulsionado pelas matérias-primas até 2020.

Ban mencionou estados como Califórnia, Washington ou grandes centros urbanos, como Las Vegas ou Nashville, que também garantiram reduzir as emissões de carbono.

Para ele, essas empresas americanas e governos locais entendem a gravidade da crise climática e avançam para limitar o aquecimento global.

Aquecimento

Ban lembrou que cientistas  já deixaram claro por várias vezes que a mudança climática acontece muito mais rápido e é causada pelo comportamento humano, daí que  seja  natural a necessidade de mudança de comportamento para manter o planeta ambientalmente sustentável para as futuras gerações, uma questão que ele abordou com Trump .

O chefe da ONU disse que está ansioso para ter uma reunião pessoal com o presidente-eleito americano para discutir todos os assuntos de preocupação comum que incluem as alterações climáticas.

Emissões

Na COP22, Ban anunciou ainda que o Acordo de Paris já foi ratificado por 109 países  que equivalem a 75% das emissões dos gases de efeito de estufa.

Ele disse estar confiante de que o secretário-geral designado da ONU, António Guterres, e a organização continuem avançando com a agenda climática em prol do planeta e das pessoas.

Leia Mais:

Reunião do clima em Marrakech deve receber dezenas de líderes internacionais  

FAO anuncia pacote climático para África na COP22

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud