Cerca de 800 mil haitianos sob ameaça de segurança alimentar após furacão
BR

25 outubro 2016

Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, emitiu nota dizendo que grupo precisa de assistência imediata, de acordo com uma avaliação de emergência no terreno; número total de pessoas em busca de comida é de 1,4 milhão.

Monica Grayley, da Rádio ONU.

Um agência das Nações Unidas lançou um alerta sobre a população do Haiti, que está precisando de ajuda, após a passagem do furacão Matthew no início deste mês.

De acordo com uma avaliação da Organização para Agricultura e Alimentação, FAO, 1,4 milhão de haitianos precisam de assistência alimentar. Mas pelo menos 800 mil pessoas estão em carência de socorro imediato.

Árvores

O estudo foi realizado pelo governo haitiano, pelo Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas, PMA, e pela FAO.

Segundo a ONU, o setor agrícola do Departamento de Grande-Anse foi basicamente exterminado, os estoques de comida também sofreram danos graves, e os alimentos foram reduzidos a frutas caídas das árvores. Cerca de  metade dos rebanhos na região foi dizimada.

Já na costa sul do país, as atividades pesqueiras estão paralisadas por causa das cheias que levaram as redes, as embarcações e os motores dos barcos. No Departamento do Sul, as colheitas desapareceram quase que por completo.  E mais de 90% das árvores frutíferas foram destruídas. Com isso, a estação de colheitas foi reduzida a 10% e não pode contar como sendo produtiva.

Milho

O representante da FAO no Haiti, Nathanael Hishamunda acredita que os agricultores perderam quase tudo. Se não houver uma mobilização para providenciar sementes e fertilizantes agora, a próxima estação também ficará comprometida.

No Departamento do Sudeste, cerca de 25% das plantações de milho foram danificadas, e quase 60% do equipamento de pesca foi destruído.

Os trabalhadores humanitários dizem que o Haiti precisa de pelo menos US$ 56 milhões para prestar assistência alimentar às vítimas do furacão nos próximos três meses.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud