Começa grande campanha para imunizar iraquianos contra a poliomielite
BR

24 outubro 2016

Iniciativa do Ministério da Saúde tem o apoio do Unicef e da OMS; 5,8 milhões de crianças menores de cinco anos de idade receberão as doses, já que são as mais vulneráveis à doença que ataca o sistema nervoso central.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Esta segunda-feira é o Dia Mundial contra a Poliomielite e o Ministério da Saúde do Iraque conta com o apoio de duas agências da ONU para uma campanha de vacinação em massa no país.

O Fundo da ONU para a Infância, Unicef, e a Organização Mundial da Saúde, OMS, estão ajudando a vacinar 5,8 milhões de crianças com menos de cinco anos de idade.

Visitas

Elas são as que têm mais risco de contrair a pólio, doença viral que ataca o sistema nervoso. A campanha terá a duração de cinco dias, com o slogan “duas gotas podem mudar uma vida”.

Mais de 25 mil trabalhadores de saúde irão até as casas, acampamentos de refugiados e deslocados internos e assentamentos para aplicar as vacinas nas crianças.

Riscos

O representante do Unicef no Iraque, Peter Hawkins, declarou que o governo do país está comprometido em erradicar a pólio e já fez 16 campanhas de vacinação nos últimos dois anos.

Nenhum novo caso de pólio foi registrado no Iraque desde abril de 2014 e em maio de 2015, o país foi retirado da lista de países onde existe a infecção.

Mas os riscos continuam, em especial para as pessoas vivendo em áreas difíceis de serem acessadas ou em assentamentos informais.

O representante da OMS, Altaf Musani, explica que a transmissão da pólio é uma realidade no Paquistão e no Afeganistão, por isso existe o risco da doença voltar para o Iraque.

Leia e Ouça:

Nigéria vacina 41 milhões de crianças contra surto de poliomielite

Equipas do Unicef finalizam campanha para salvar crianças no Iémen

OMS quer vacinar mais de 9,5 milhões contra pólio no Afeganistão 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud