Quase 6 mil iraquianos já fugiram de Mossul após início de ofensiva
BR

20 outubro 2016

Equipes humanitárias prepararam abrigo para 60 mil civis que estão saindo de Mossul devido às operações militares; cidade é controlada pelo Isil há dois anos; vítima do conflito afirma que moradores viviam sem com incerteza.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Desde o início das operações militares para a retomada de Mossul, no Iraque, 5.640 pessoas já deixaram a cidade. A maioria das famílias deslocadas está sendo recebida no distrito de Qayara, a 60 km de Mossul.

Mossul está sendo controlada pelo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, há dois anos. Os trabalhadores humanitários continuam buscando locais para abrigar os iraquianos que saem da cidade.

Abrigos

Já existe abrigo disponível para 60 mil pessoas, segundo o porta-voz do secretário-geral da ONU. Estão sendo construídos locais para abrigar um adicional de 250 mil civis.

As equipes humanitárias da ONU continuam enviando para os pontos de distribuição itens essenciais como medicamentos, água e kits de saneamento. Continua a  preocupação com os civis que permanecem nas áreas sob controle do Isil em Mossul.

Testemunha

Uma equipe da Organização Internacional para Migrações, OIM, visitou a área de Qayara, recém-libertada do controle do Isil. A agência está entre as primeiras a conseguir distribuir itens de assistência para os iraquianos na região.

Um homem de 65 anos beneficiado pelas operações da OIM declarou à agência que o grupo terrorista tirou tudo dos civis, que estavam “vivendo em incerteza” em Qayara.

Na avaliação da OIM, a campanha para recuperar Mossul pode ser a maior e mais complexa operação humanitária deste ano, devido ao grande número de deslocados internos que deixam a cidade durante as operações militares.

Leia e Ouça:

Total de crianças vítimas do conflito no Afeganistão sobe 15%

Operação em Mossul deve causar deslocamento de 1 milhão de pessoas

ONU fala de iraquianos cercados ou usados como escudos humanos em Mossul

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud