Número recorde de crianças chegando desacompanhadas à Itália

19 outubro 2016

Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, alertou que até agora 20 mil menores, incluindo recém-nascidos, entraram no país europeu, 3,5 mil a mais que no ano passado.

Monica Grayley, da Rádio ONU.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, afirmou que o número de crianças desacompanhadas que chegam à Itália aumentou mais de 20% em comparação com o ano passado.

Em nota, a porta-voz do Unicef, Sarah Crowe, disse que nos nove primeiros meses deste ano, 20 mil menores chegaram ao país europeu, 3,5 mil a mais que em 2015.

Condições

A agência da ONU alertou que os sistemas de proteção à criança da Itália estão sobrecarregados com a demanda e sem condições de responder.

Dentre os menores estão recém-nascidos.

O Unicef tem apoiado os serviços sociais italianos assim como outras entidades parceiras, incluindo a Agência da ONU para Refugiados, Acnur. O objetivo é ajudar no processo de registo e inscrição das crianças de forma rápida. Desta maneira, elas podem receber acomodações.

A agência da ONU informou que o processo tem sido lento, e que muitas crianças acabam não sendo registadas e continuam com a jornada pela Europa, de forma desprotegida.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud