Minustah faz escolta de comboios humanitários no Haiti
BR

13 outubro 2016

Missão da ONU no país revela vários incidentes de segurança durante a entrega de donativos para as vítimas do furacão Matthew; secretário-geral Ban Ki-moon chega no país neste sábado para encontros com as comunidades afetadas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Segundo a Missão das Nações Unidas no Haiti, Minustah, ocorreram vários incidentes de segurança durante a entrega de ajuda para as vítimas do furacão Matthew.

Na terça-feira, tropas da ONU precisaram disparar munição não-letal para evitar que multidões saqueassem um comboio humanitário na cidade de Les Cayes.

Rádio

Enquanto os soldados da Minustah fazem a escolta e fornecem a segurança dos comboios, a Polícia da ONU no Haiti já fez mais de 860 patrulhas pelas cidades afetadas pelo furacão.

As transmissões da Rádio Minustah FM foram retomadas no sul do país, área mais arrasada pelo desastre natural, e a emissora fornece informações essenciais para as comunidades. Mais de 1,3 milhão de pessoas foram afetadas.

Nesta semana, as Nações Unidas lançaram um apelo de US$ 120 milhões em prol dos haitianos, mas apenas 5% do valor já foi financiado. O secretário-geral Ban Ki-moon chega ao Haiti neste sábado para se encontrar com comunidades afetadas pelo furacão. Ban visitará Les Cayes acompanhado do presidente haitiano Jocelerme Privert.

Cólera

O mandato da Missão da ONU no Haiti acaba de ser renovado por mais seis meses. A decisão foi tomada pelo Conselho de Segurança esta quinta-feira. A resolução destaca que o contingente atual será mantido: 2.370 militares e 2.601 policiais.

Após o furacão Matthew, que matou centenas de haitianos e destruiu sistemas de água e saneamento, a Organização Mundial da Saúde, OMS, teme aumento dos casos de cólera.

Já foram enviados kits de reidratação oral, cloro para água e medicamentos para os pacientes com diarreia e cólera. A agência também deve encaminhar 1 milhão de doses de vacina contra a doença.

Leia e Ouça:

Após furacão, cubanos vão receber assistência alimentar das Nações Unidas

Mesmo com desaceleração Brasil vai manter apoio a países lusófonos

Agência da ONU envia para o Haiti 1 milhão de doses de vacina contra cólera

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud