Após furacão, cubanos vão receber assistência alimentar das Nações Unidas
BR

12 outubro 2016

Programa Mundial de Alimentos está coordenando com o governo a entrega de comida para 180 mil pessoas nas áreas do país mais atingidas; necessários US$ 4 milhões para fornecer ajuda pelos próximos seis meses.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, está coordenando com o governo de Cuba a entrega de comida para 180 mil pessoas, nas áreas do país que foram mais atingidas pelo furacão Matthew.

As operações vão começar com a distribuição de arroz e de feijão para os moradores dos municípios mais afetados da província de Guantanamo. A representante do PMA em Cuba, Laura Melo, calcula que são necessários US$ 4 milhões para ajudar os cubanos nos próximos seis meses.

Crianças

A agência da ONU espera apoio da comunidade internacional para conseguir angariar fundos para ajudar a população cubana. O furacão destruiu plantações, casas e infraestruturas no país.

Crianças entre seis meses e três anos de idade, grávidas e adultos acima de 65 anos fazem parte do grupo de pessoas vulneráveis que vão receber prioridade na entrega de assistência.

Força

Cereais fortificados com soja e milho serão entregues para grávidas e as crianças vão receber micronutrientes em pó para reforçar a alimentação.

O PMA lembra que o furacão Matthew foi a tempestade mais forte a atingir o leste de Cuba nos últimos nove anos. Mais de 37 mil pessoas continuam sem poder voltar para casa desde a semana passada.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud