ONU pede US$ 120 milhões em prol das vítimas do Matthew no Haiti
BR

10 outubro 2016

Desafio é ajudar mais de 1,4 milhão de pessoas que precisam de assistência humanitária; 336 pessoas morreram pelos números oficiais do governo, mas agências de notícias mencionam mais de mil mortes.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

US$ 120 milhões são necessários para fornecer ajuda a 1,4 milhão de haitianos que precisam de assistência humanitária após a passagem do furacão Matthew. O apelo foi lançado pelo secretário-geral das Nações Unidas esta segunda-feira.

Em Nova York, Ban Ki-moon afirmou que algumas “cidades e vilarejos praticamente sumiram dos mapas e plantações e estoques de alimentos foram destruídos”.

Cólera

O furacão causou danos a 300 escolas no Haiti e os danos exigem uma resposta enorme, principalmente para restaurar os sistemas de água e de saneamento devido ao risco de surto de cólera.

Segundo o Escritório da ONU para Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, 2,1 milhões de haitianos foram diretamente afetados. Foram 336 mortes pelos números oficiais, mas agências de notícias revelam que o total de vítimas pode chegar a mil pessoas.

Cuba

A ONU já alocou US$ 5 milhões para começar as operações de apoio nas áreas mais afetadas do país. Outros US$ 8 milhões foram repassados ao Unicef para tratamento e prevenção dos casos de cólera, que devem aumentar após a destruição causada pelo furacão.

Uma avaliação parcial feita pelas equipes da ONU revela que mais de 200 mil casas foram danificadas de forma severa. Já em Cuba, 33 mil residências foram afetadas e 109 mil pessoas continuam isoladas sem acesso à eletricidade nem a meios de comunicação.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud