Chegadas internacionais de turistas sobem 4% no 1º semestre de 2016
BR

30 setembro 2016

Segundo Organização Mundial do Turismo, OMT, perspectivas para o restante de 2016 são “em geral, positivas”;  destinos em todo o mundo receberam 561 milhões de turistas no período.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

As chegadas internacionais de turistas cresceram 4% entre janeiro e junho de 2016 em comparação com o mesmo período do ano passado.

Destinos em todo o mundo receberam 561 milhões de turistas internacionais (visitantes que pernoitam), 21 milhões a mais que em 2015, de acordo com dados da Organização Mundial do Turismo, OMT.

Regiões

A região da Ásia-Pacífico foi a que apresentou o maior crescimento, com 9%. Nas Américas, as chegadas internacionais subiram 4%, lideradas por América Central e do Sul.

A Europa, com um aumento de 3%, teve resultados diversos: “crescimento sólido” em muitos destinos e performance mais fraca em outros.

Já na África, o aumento foi de 5%. Destinos na região Subsaariana tiveram forte recuperação, embora o norte do continente continue registrando “resultados fracos”.

Ainda segundo a agência da ONU, dados limitados sobre o Oriente Médio indicam estimativas de 9% de queda nas chegadas internacionais neste período de seis meses. No entanto, os resultados variam de acordo com o destino.

Resiliência

Para o secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, o “turismo tem provado ser um dos setores econômicos mais resilientes do mundo”.

Segundo ele, a atividade está criando milhões de empregos, “em um momento onde fornecer perspectivas para um futuro melhor para pessoas de todas as regiões é um grande desafio”.

Taleb Rifai afirmou que o turismo também está “criando laços entre pessoas de todas as nações e origens, derrubando estereótipos e combatendo medo e desconfiança”.

O chefe da agência da ONU destacou ainda que a segurança é um pilar essencial do desenvolvimento do setor.

Segundo a OMT, as perspectivas para o restante de 2016 são, em geral, positivas.

A agência afirmou que países que já informaram seus resultados até julho e agosto mostraram crescimento contínuo no período.

Brasil e Rússia

A China, principal fonte de turistas do mundo, registrou um crescimento de 20% nos gastos com viagens internacionais nos primeiros 4 meses deste ano, beneficiando destinos na região e no exterior.

Os Estados Unidos, o segundo maior mercado mundial, registraram um aumento das despesas com viagens internacionais em 8% até julho.

No entanto, segundo a agência da ONU, despesas do Brasil e da Rússia continuam fracas.

Para a OMT, isto reflete “limitações econômicas e moedas desvalorizadas” em ambos os mercados.

Leia e Ouça:

Dia Mundial do Turismo destaca acesso para pessoas com deficiência

Turismo tem crescimento de 5% entre janeiro de abril de 2016, revela OMT 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud