Equipas do Unicef finalizam campanha para salvar crianças no Iémen

30 setembro 2016

Mais de 600 mil menores de cinco anos e 180 mil grávidas e mães a amamentar foram beneficiadas com unidades móveis de saúde; foram entregues vitaminas, remédios contra vermes e vacinas.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, completou um “plano ambicioso” em prol de crianças e de mulheres em condições críticas de saúde no Iêmen.

A campanha foi realizada entre os dias 24 e 29 de setembro e beneficiou 600 mil crianças menores de cinco anos e mais de 180 mil grávidas e mulheres que estão a amamentar.

Cuidados

Os atendidos foram vacinados, receberam vitaminas e suplementos de nutrição e remédios contra vermes. As equipas do Unicef também avaliaram o nível de desnutrição dos iemenitas. As crianças receberam tratamento para infecção e as mulheres tiveram cuidados pré e pós-natal.

O Unicef informa que 2,5 milhões de crianças iemenitas estão sob risco de ter diarréia; 1,3 milhão podem ter infecção respiratória e 1,5 milhão estão desnutridas, sendo que 370 mil estão a sofrer de subnutrição severa.

Veículos

Mais de 34 mil trabalhadores de saúde e 880 supervisores foram espalhados pelos 33 distritos do Iémen. A campanha utilizou 10 mil veículos, além de motocicletas e burros, mas houve funcionários que também caminharam até chegar em áreas de difícil acesso para poder ajudar a população.

O representante do Unicef no Iémen, Julien Harneis, explicou que foi aumentado o alcance geográfico para alcançar todas as partes do país. Assim, a assistência médica foi entregue nas comunidades mais difíceis de serem alcançadas e mais afetadas pelo conflito.

Recentemente, o Ministério da Saúde do Iémen havia anunciado que estava sem dinheiro para operar o sistema de saúde primário. Com isso, ficou impossível transportar medicamentos e outros itens para as unidades de saúde. Outro problema é a falta de combustível e de eletricidade para que os frigoríficos funcionem, o que é muito necessário para o armazenamento de vacinas.

Apesar de estar a reforçar suas operações, as necessidades humanitárias são enormes. Desde janeiro, o Unicef apoiou a vacinação de 4,6 milhões de crianças contra a pólio e o tratamento de mais de 133 mil menores a sofrer de subnutrição.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud