ONU marca Dia Mundial de Combate à Raiva apostando em educação
BR

28 setembro 2016

Com o lema: “Educar, Vacinar e Eliminar”, organização quer acabar com as mortes humanas pela doença até 2030; a raiva é fatal e mata na maioria crianças; em 95% dos casos é transmitida por cães.

Monica Grayley, da Rádio ONU.

As Nações Unidas marcam neste 28 de setembro o Dia Mundial de Combate à Raiva. O objetivo da data é conscientizar sobre a prevenção à doença, que é 100% evitável.

De acordo com a organização, a raiva é fatal e mata, na maioria, crianças. A doença é transmitida em 95% dos casos por cães, mas também pode ser passada a humanos por gatos, conhecida como raiva felina.

Primeira vacina

O Dia Mundial foi escolhido em homenagem ao aniversário do químico francês Louis Pasteur, que desenvolveu a primeira vacina contra a raiva. A imunização é a forma mais eficaz de prevenir a doença, hoje em dia, em animais e seres humanos.

Este ano, o lema do Dia Mundial de Combate à Raiva é “Educar, Vacinar e Eliminar”. O tema também reflete o objetivo global de acabar com as mortes mortes por raiva até 2030.

Redes sociais

A data começou a ser celebrada em 2007 com uma mensagem de prevenção que já atingiu milhões de pessoas em mais de 100 países.

As comemorações deste ano querem destacar o trabalho de organizações e indivíduos que se dedicam a levar adiante ações de prevenção para evitar as mortes.

Quem quiser seguir as atividades do dia nas redes sociais só acessar #WorldRabiesDay.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud