Centro-americanos fogem para o México por causa de tráfico e violência
BR

26 setembro 2016

Acnur afirmou que Honduras, El Salvador e Guatemala têm algumas das regiões mais perigosas do mundo fora de zonas de guerra; agência da ONU afirma que gangues criminosas estão se expandindo.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.*

A agência da ONU para Refugiados, Acnur, afirmou que muitos centro-americanos continuam chegando ao México, principalmente por causa da violência e do tráfico de drogas.

Segundo o Acnur, Honduras, El Salvador e Guatemala têm algumas das regiões mais perigosas do mundo fora de zonas de guerra.

Gangues Criminosas

Além disso, as gangues criminosas transnacionais, conhecidas como “maras”, estão ampliando seu território de operação e são responsáveis pelos altos índices de homicídios. 

Para incorporar mais membros aos grupos, as gangues de Honduras muitas vezes tentam exercer sua influência e recrutar de maneira forçada crianças em escolas públicas e instituições educacionais nas áreas em que operam, inclusive fazendo-se passar por estudantes.

Por outro lado, os professores e outros educadores que trabalham nas regiões do país onde as quadrilhas atuam, frequentemente se veem sujeitos à extorsão. Entre 2009 e 2014, 83 professores e educadores foram assassinados em Honduras.

Mortes

Honduras registra uma das mais altas taxas de homicídio do mundo, atribuídas às atividades criminosas das quadrilhas e ao narcotráfico.

São cerca de 60 homicídios a cada 100.000 habitantes, seis vezes mais do que a média mundial, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

No primeiro semestre de 2016, o número de hondurenhos que solicitaram refúgio ao México teve um aumento de 150% em relação aos seis primeiros meses do ano passado.

*Adaptação da reportagem de Francesca Fontanini para o Acnur.

*Apresentação: Michelle Alves de Lima

Leia e Ouça:

Crianças arriscam vida para fugir de violência e pobreza na América Central

Países das Américas prometem ação conjunta para proteger refugiados

OIM lança programa de informação sobre migração na América Central 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud