Desarmamento nuclear está no DNA da ONU, diz secretário-geral
BR

26 setembro 2016

Para Ban Ki-moon, este é um dos princípios fundadores da organização; Nações Unidas marcam Dia Internacional para a Eliminação Total das Armas Nucleares nesta segunda-feira, 26 de setembro.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

“O desarmamento nuclear é um dos princípios fundadores das Nações Unidas” e foi o “objetivo da primeira resolução da Assembleia Geral”, disse o secretário-geral em mensagem sobre o Dia Internacional para a Eliminação Total das Armas Nucleares.

A data é celebrada nesta segunda-feira, 26 de setembro, com um encontro de alto nível na sede da ONU, em Nova York. Para Ban Ki-moon, “desarmamento está no DNA” da organização.

Urgência

O secretário-geral ressaltou que, em 2008, lançou uma proposta de cinco pontos sobre desarmamento nuclear para estimular maior ação dos Estados-membros. Desde então, Ban afirmou ter feito o possível para convencer os países da “urgência” desta tarefa.

Em sua mensagem, o chefe da ONU mencionou “crescentes perigos nucleares”. Para ele, o “progresso no desarmamento nuclear multilateral chegou a um impasse”, citando que dezenas de milhões de dólares foram prometidos para manter e aprimorar sistemas de armas nucleares”.

Coreia do Norte

O secretário-geral da ONU ressaltou que um país, a Coreia do Norte, tem “desafiado repetidamente a norma contra testes nucleares e a vontade da comunidade internacional na busca imprudente de capacidades nucleares e de mísseis balísticos”.

Infelizmente, segundo Ban, muitos países continuam a incluir dissuasão nuclear em suas doutrinas de segurança.

No entanto, ele alertou que questões recentes “mostraram que armas nucleares não garantem paz e segurança; em vez disso, seu desenvolvimento e possessão se tornaram uma grande fonte de tensão internacional”.

Sobrevivência

Na mensagem, Ban lembrou que o novo ciclo de revião do Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares começa em 2017 e que o mundo não pode permitir outra rodada de inação.

O secretário-geral da ONU pediu trabalho para a eliminação total de armas nucleared com “urgência e um senso de propósito coletivo” e alertou: “nossa sobrevivência depende disso”.

Leia e Ouça:

Conselho de Segurança aprova resolução sobre testes nucleares

Ban quer que países ratifiquem Tratado de Proibição de Testes Nucleares

Conselho de Segurança se reúne sobre acordo de paz na Colômbia

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud