Entrevista: José Mário Vaz diz à Rádio ONU que “há luz no fim do túnel”

22 setembro 2016

O presidente Guiné-Bissau, José Mário Vaz, declarou à Rádio ONU que a sua presença nas Nações Unidas é para “explicar o que se passa” na sua terra.

Em entrevista realizada em Nova Iorque, o líder guineense disse haver uma “luz no fundo do túnel” para resolver a crise política institucional que criou um impasse no Parlamento e impede a aprovação do programa do Governo.

Na conversa, o chefe de Estado afirmou que espera ter o apoio de Estados da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, para ultrapassar dificuldades políticas e financeiras.

José MárioVaz também falou dos esforços da Guiné-Bissau para cumprir a Agenda 2030 e diz que a nação está dedicada a este esforço.

A entrevista abordou ainda o combate ao narcotráfico na Guiné-Bissau e iniciativas para melhorar a produção, a criação de empregos e o desenvolvimento sustentável.  O presidente afirmou que desde que ele assumiu o posto “o problema das drogas foi resolvido.”

Laura Gelbert e Eleutério Guevane conduziram a conversa com o chefe de Estado guineense, na sua primeira presença nas Nações Unidas desde que se tornou presidente há três anos.

Duração: 16'28"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud