Brasil: para ser mais eficaz, ONU tem que reformar Conselho de Segurança
BR

16 setembro 2016

Declaração é do ministro das Relações Exteriores, José Serra, durante entrevista à Rádio ONU sobre a participação do Brasil na Assembleia Geral.

Monica Grayley, da Rádio ONU.

Às vésperas de iniciar o 71º debate de líderes internacionais na Assembleia Geral, o ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, afirmou que a organização precisa passar por um processo de modernização.

Serra fez a declaração durante a entrevista à Rádio ONU sobre a participação do Brasil no evento. O país será representado pelo presidente Michel Temer, que deve discursar no Encontro de Cúpula sobre Refugiados e Migrantes na segunda-feira, 19.

Prioridade

No dia 20, o Brasil abre a série de debates na Assembleia Geral. O chanceler brasileiro integra a delegação do país ao lado de outros ministros e autoridades.

Ao ser perguntado sobre a cooperação do Brasil com a ONU, José Serra disse que o país “vai estar mais presente”, e lembrou que o presidente Michel Temer “dá a maior prioridade à organização”. Mas para o chanceler, a ONU precisa se adaptar “ao mundo atual” com reformas estruturais, incluindo a do Conselho de Segurança.

Reforma

“Não vamos esquecer que o Conselho de Segurança e a ONU foram criados no contexto do pré-início da Guerra Fria. Não por coincidência, os membros do Conselho de Segurança foram aqueles que venceram a Segunda Guerra Mundial. E o Conselho só vai se tornar mais eficaz, democrático e representativo se passar por uma reforma que envolva criação de novos assentos (...), que tenha, enfim, uma abertura maior. Mas nós continuaremos a trabalhar, como temos feito, com os Estados-membros, especialmente com os países do G-4, para que isso aconteça.”

A Rádio ONU está participando da cobertura dos debates da Assembleia Geral com a tradicional série de entrevistas com os líderes de todos os países de língua portuguesa.

Você pode acompanhar os discursos em áudio e vídeo na nossa página.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud