Assistência alimentar é ampliada na Bacia do Lago Chade

16 setembro 2016

Programa Mundial de Alimentação está a aumentar a assistência para mais de 1,5 milhão de pessoas; em áreas onde a milícia terrorista Boko Haram atua, uma entre três pessoas sofre com a fome.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque. 

O Programa Mundial de Alimentação, PMA, está a ampliar seus trabalhos na Bacia do Lago Chade, para alcançar mais de 1,5 milhão de pessoas que necessitam “desesperadamente de ajuda”.

Mais áreas estão acessíveis na Nigéria, por isso a agência aproveita para aumentar suas operações. Na Bacia do Lago Chade, a ONU calcula que mais de 9 milhões de pessoas precisam de assistência humanitária.

Boko Haram

Nas áreas afetadas pela violência da milícia terrorista Boko Haram, uma entre três pessoas está a sofrer de insegurança alimentar de forma moderada ou severa.

O PMA necessita urgentemente de apoio para continuar a fornecer comida e assistência nutricional para os desalojados e as comunidades que estão a receber os deslocados internos.

A agência precisa de US$ 72 milhões para continuar com suas operações nos próximos meses.

Leia e Oiça:

Centenas voltam para casa após ofensiva ao Boko Haram na Nigéria

No Lago Chade, 1 milhão de crianças estão sob o cerco do Boko Haram

Nigéria: aumento de deslocados pelo Boko Haram provoca crise de proteção

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud