Brasil “ciente de sua responsabilidade” na cooperação internacional
BR

12 setembro 2016

Avaliação é do enviado da ONU para a Cooperação Sul-Sul; em entrevista à Rádio ONU, Jorge Chediek afirmou ter recebido “indicações concretas” do interesse do país em manter engajamento nesta cooperação.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Para o enviado da ONU para a Cooperação Sul-Sul, Jorge Chediek, o Brasil deve seguir estreitando sua atuação no contexto da cooperação internacional.

“Tive recentemente reuniões de alto nível com funcionários e políticos do Brasil e todos eles confirmaram o interesse de manter e ainda aprofundar o engajamento do Brasil na cooperação Sul-Sul. O Brasil é ciente de suas responsabilidades e da sua potencialidade como ator da cooperação internacional e temos recebido indicações concretas do interesse e do comprometimento de manter esse engajamento.”

Desenvolvimento Sustentável

Dia 12 de setembro é o Dia das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul. Na entrevista à Rádio ONU, Chediek ressaltou a importância dessa cooperação para a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

“A Cooperação Sul-Sul é muito importante porque muitos países em desenvolvimento têm obtido excelentes resultados, tanto em termos econômicos, sociais, ambientais. E o compartilhamento dessas práticas pode ser um elemento chave para atingir esses objetivos. Por quê? Porque essas práticas são mais relevantes para outros países em desenvolvimento que as boas práticas dos países desenvolvidos. Nos últimos anos, temos tido grandes sucessos no Sul, que tem gerado uma corrente muito forte de trocas entre os países em desenvolvimento.”

Chediek, que até o ano passado era o representante da ONU no Brasil, citou vários projetos que têm beneficiado dezenas de milhares de pessoas em alguns países de língua portuguesa, como Cabo Verde, Guiné-Bissau e Timor-Leste.

Ele destacou ainda algumas iniciativas do Fundo Ibas, criado por Índia, Brasil e África do Sul, para apoiar iniciativas de desenvolvimento. A iniciativa foi criada em março de 2004 e tornou-se operacional em 2006.

O enviado da ONU afirmou ainda que a cooperação entre países da América Latina tem crescido “de forma significativa nos últimos anos”.

Leia e Ouça:

África espera um novo momento na cooperação com Brasil, diz Uneca

Cooperação Sul-Sul terá papel central na implementação da Agenda 2030

Representante da ONU no Brasil destaca importância da cooperação Sul-Sul

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud