Cabo Verde, Guiné-Bissau e Timor-Leste beneficiados pela Cooperação Sul-Sul

12 setembro 2016

São mais de 25 mil pessoas recebendo apoio no setor agrícola nos três países; enviado do secretário-geral, Jorge Chediek, falou sobre as comemorações do Dia das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul, nesta segunda-feira.

Monica Grayley, da Rádio ONU.

Neste 12 de setembro, a ONU marca o Dia das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul. A iniciativa, que inclui países do Hemisfério Sul, ajuda a promover desenvolvimento sustentável através de laços diretos de cooperação entre duas ou mais nações em níveis bilateral, subregional ou interregional.

O enviado do secretário-geral para a Cooperação Sul-Sul, Jorge Chediek, falou à Rádio ONU sobre as comemorações para marcar o dia. E citou vários projetos que têm beneficiado dezenas de milhares de pessoas em alguns países de língua portuguesa.

Língua portuguesa

Jorge Chediek, que foi o representante da ONU no Brasil até ano passado, também lembrou da participação brasileira em programas de cooperação em outros países de língua portuguesa.

Nesta entrevista, ele destaca algumas iniciativas do Ibas, o fundo criado por Índia, Brasil e África do Sul, para apoiar iniciativas de desenvolvimento.

“O Fundo aprovou iniciativas na Guiné-Bissau. Esse é um projeto para melhora da habitação e da renda, e mais de 13 mil habitantes rurais do país já tiveram resultados concretos em termos de melhora da produtividade das suas fazendas, a qualidade de seus cultivos e de suas colheitas. E muitos hectares de terras degradadas têm sido recuperados. Então, na Guiné-Bissau tem sido bem-sucedido.”

Conservação

Jorge Chediek contou que centenas de agricultores e pescadores no Timor-Leste também receberam a oportunidade de promover uma agricultura de conservação e melhores técnicas de produção.

E com base no desenvolvimento sustentável, a Cooperação Sul-Sul está trabalhando com o Ibas num projeto inovador de uma usina de dessalinização da água em Cabo Verde.

“Em Cabo Verde, que é uma ilha, tem muitos problemas de acesso à água doce. Então, utilizando uma tecnologia adequada foi criada e estabelecida uma planta que já está beneficiando 12 mil pessoas. Então, essas são contribuições concretas que o fundo Ibas tem gerado em países lusófonos.”

A Cooperação Sul-Sul é uma forma ampla de colaboração entre os países do Sul nas áreas política, económica, social, cultural, ambiental e técnica. Os países em desenvolvimento podem compartilhar suas habilidades, expertise e recursos para obter as metas de desenvolvimento.

Cada vez mais, a Cooperação Sul-Sul tem incluído investimentos estrangeiros diretos, transferência de tecnologia e ações de integração regional. Já a cooperação com países doadores tradicionais e organizações multilaterais que facilita iniciativas de Cooperação Sul-Sul são conhecidas como cooperação triangular.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud