Na última etapa da visita à Ásia, Ban ressalta contribuição a missões de paz BR

Imagem

Na última etapa da visita à Ásia, Ban ressalta contribuição a missões de paz

Secretário-geral está no Laos, onde discursou na Cúpula das Nações Unidas e da Associação dos Países do Sudeste Asiático, Asean; Ban Ki-moon também participou do lançamento do ODS 18 para o país.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.*

Nesta quarta-feira, no Laos, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, participou da Cúpula das Nações Unidas e da Associação dos Países do Sudeste Asiático, Asean.

Ban ressaltou que oito Estados-membros do grupo estão atualmente contribuindo para mais de 4,8 mil militares, policiais e civis para as operações de paz da ONU. O secretário-geral elogiou essas contribuições e encorajou mais apoio.

Região

O chefe da ONU afirmou ainda que, na região, integrantes da Asean realizaram ações para acabar com o conflito e citou processos de paz em curso em Mianmar e nas Filipinas com apoio de outros Estados e da sociedade civil.

Ban também se disse encorajado que ações continuem na direção de “diálogo e paz” no sul da Tailândia.

Mar

Em referência ao que chamou de questões regionais mais amplas de paz e segurança, em especial “questões marítimas”, ele elogiou a Asean por abordar “tensões regionais através de diálogo pacífico”.

O secretário-geral citou ainda sua “grande preocupação” com terrorismo e extremismo violento em todo o mundo e agradeceu os países do grupo pelo compromisso em trabalhar com a ONU para combater essa ameaça através de maior cooperação regional e internacional.

Liberdades

Ban destacou que a “proteção dos direitos humanos, incluindo as liberdades de religião e expressão, devem ser parte integral da prevenção e do combate ao extremismo violento”.

O chefe da ONU afirmou que as Nações Unidas estão prontas para trabalhar com a Asean e ressaltou que a organização e o grupo também estão colaborando para abordar o impacto do crime transnacional na região.

Migração Irregular

Em seu discurso, Ban também abordou a questão da migração irregular que, segundo ele, permanece um desafio.

Ele ofereceu à Asean apoio da ONU na identificação e estabelecimento de soluções regionais abrangentes e fez um apelo aos países do grupo que participem da Cúpula sobre Refugiados e Migrantes que será realizada em Nova York em 19 de setembro.

Objetivo Adicional

Ainda no Laos, o secretário-geral  também participou do lançamento do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 18 para o país.

Ele destacou os 17 Objetivos da Agenda 2030 e afirmou que o governo laosiano decidiu adicionar mais um.

Ban explicou que o ODS 18 é sobre a “remoção de engenhos explosivos não detonados que afetam milhões de pessoas no Laos” e afirmou estar orgulhoso em fazer parte da iniciativa.

*Apresentação: Michelle Alves de Lima.

Leia e Ouça:

Ban pede apoio do G-20 para financiamento da Agenda 2030

ONU condena ataque a bomba nas Filipinas

Ban diz que "futuro do Sri Lanka depende dos jovens"