Perspectiva Global Reportagens Humanas

Ban reitera apoio da ONU à Turquia após tentativa de golpe BR

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e o presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan, em maio de 2016. Foto: ONU/ Eskinder Debebe

Ban reitera apoio da ONU à Turquia após tentativa de golpe

Secretário-geral se reuniu com presidente turco na China onde participam do encontro do G20; líderes também discutiram situação na Síria e falaram sobre mudança climática.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Em Hangzhou, na China, onde participa do encontro do G20, o secretário-geral da ONU se reuniu com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Ban Ki-moon reiterou o apoio e solidariedade das Nações Unidas com o governo e a população do país, após a tentativa de golpe em 15 de julho.

Síria

Segundo nota emitida pelo porta-voz do secretário-geral, o chefe da ONU e o presidente turco também discutiram a situação na Síria, especialmente em Alepo.

Os dois líderes falaram ainda sobre as negociações para uma solução política para o conflito e o recente relatório do Mecanismo Conjunto de Investigação da ONU-Opaq sobre ataques com armas químicas na Síria.

Ban também enfatizou o “papel chave” da Turquia no combate ao Daesh, denominação em árabe do grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil.

Mudança Climática

Sobre mudança climática, o secretário-geral citou o “papel de liderança” desempenhado pela Turquia ano passado em Anatólia, durante sua presidência do G20.

O chefe da ONU espera que a Turquia ratifique o Acordo de Paris sobre mudança climática antes do fim do ano, possivelmente durante o evento de alto nível que será realizado na sede das Nações Unidas, em Nova York, em 21 de setembro.

Uzbequistão

Em nota emitida por seu porta-voz na sexta-feira, o secretário-geral da ONU expressou tristeza ao saber da morte do presidente do Uzbequistão, Islam Karimov, e enviou condolências à sua família, ao governo e ao povo do país.

Na nota, Ban mencionou ações de Karimov para “desenvolver fortes laços entre o Uzbequistão e as Nações Unidas, assim como para fortalecer a paz e a segurança regionais e globais, através da entrada em vigor em 2009 do Tratado para estabelecer uma zona livre de armas nucleares na Ásia Central”.

O secretário-geral reiterou ainda o compromisso das Nações Unidas de continuar trabalhando com o governo e a população do Uzbequistão.

Leia e Ouça:

Ban pede à Turquia para garantir liberdades de expressão e de movimento

ONU quer traçar novo curso para um mundo sem armas químicas

Ban lamenta reaparecimento de “armas químicas como instrumento de guerra”

Síria: Conselho de Segurança aprova resolução para investigar armas químicas 

Estados Unidos e China ratificam acordo climático