Encontro na Etiópia debaterá situação de pessoas com deficiência em África

6 setembro 2016

Reunião está marcada para 6 e 7 de setembro em Adis Abeba, capital do país; relatora especial sobre direitos das pessoas com deficiências deve presidir o evento.

Monica Grayley, da Rádio ONU.*

Como melhorar os serviços para pessoas que vivem com deficiência em África. Este é o tema de uma reunião de dois dias em Adis Abeba, capital da Etiópia, marcada para os dias 6 e 7 de setembro.

O encontro é presidido pela relatora especial para os direitos das pessoas com deficiências, Catalina Devandas-Aguilar.

Independência

Ela disse que para a maioria das pessoas que vivem nesta condição, o acesso eficiente a serviços de apoio representa uma condição essencial para o respeito aos direitos humanos. A relatora destacou ainda as questões da dignidade, da autonomia e da independência de quem vive com deficiência.

Devandas-Aguilar citou ainda temas como a educação e o emprego, a participação política, o poder de decisão, mobilidade e comunicação como algumas das áreas vitais.

Legisladores e representantes de vários países africanos devem participar do encontro, além de especialistas em direitos humanos da União Africana, da ONU e da sociedade civil.

Iniciativas

O objetivo é debater as medidas tomadas pelos países e as iniciativas para apoiar a inclusão e a participação igualitária para as pessoas com deficiência na sociedade.

As conclusões do encontro farão parte do próximo relatório que Catalina Devandas-Aguilar deve apresentar ao Conselho de Direitos Humanos em março de 2017. Segundo ela, o apoio da comunidade com a participação das organizações de pessoas que vivem com deficiência é a melhor maneira de assegurar a participação delas na sociedade.

A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência foi adotada pela ONU em 2006.

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud