Enviado da ONU à Síria espera acordo para iniciar pausa humanitária
BR

27 agosto 2016

Em comunicado, Staffan de Mistura, lembrou ter apelado por uma trégua de 48 horas em Alepo para levar socorro aos civis; ele elogiou decisão russa de apoiar o pedido.

Monica Grayley, da Rádio ONU.

As Nações Unidas saudaram a decisão da Rússia de apoiar uma proposta de pausa humanitária de 48 horas, feita pelas Naçoes Unidas para ajudar os civis em Alepo, a segunda maior cidade da Síria e que está sitiada no conflito.

Em comunicado,o enviado especial da ONU Staffan de Mistura lembrou que ele fez o apelo na semana passada, e que desde então a ONU está organizando um plano de resposta de emergência.

Tentativa

As Nações Unidas já posicionaram a ajuda para ser entregue durante a pausa. Cerca de 80 mil pessoas devem ser atendidas no leste da cidade, além de outras no oeste.

Durante os dois dias, a ONU tentará reparar as redes de energia elétrica, que servem a 1,8 milhão de pessoas. O objetivo é tentar obter pausas semanais depois desta primeira trégua para fazer passar ajuda humanitária.

Staffan de Mistura afirmou que está atento a preocupações da oposição sobre a medida. Mas ele também lamenta a reação inicial negativa de alguns grupos especialmente sobre o uso da Via Castello como caminho seguro de ajuda. Ele afirmou esperar ser possível expandir vias de acesso adicionais para as operações de ajuda humanitária.

Escalada

A Rússia confirmou que está pronta para aderir ao plano da ONU e que já mobilizou o governo sírio. Os Estados Unidos e outros integrantes da Força Tarefa Humanitária também tentam assegurar que todos estejam prontos para executar a proposta.

Staffan de Mistura pediu aos países que confirmem suas posições até este domingo, 28 de agosto. Ele disse que não deve haver nenhuma escalada da violência nos arredores da Via Castelo durante a operação. Segundo ele, é preciso colocar a população de Alepo, que já sofreu demais com o conflito, em primeiro lugar.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud