Angola vacina dois terços da população-alvo em campanha contra febre amarela

23 agosto 2016

Mais de 1,9 milhão de pessoas já foram imunizadas na iniciativa que decorre em áreas de fronteira; OMS destaca que país não tem casos confirmados desde 23 de junho; Kinhsasa tem mais de 70% da sua população vacinada.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Angola já vacinou mais de dois terços da população-alvo na campanha contra a febre amarela que decorre em áreas fronteiriças.

A informação foi dada esta terça-feira, em Genebra, pela Organização Mundial da Saúde, OMS. A agência confirmou a imunização de mais de 1,9 milhão de pessoas no país onde a doença causou 369 mortos desde o início do surto em  dezembro.

Comité

Desde 23 junho, o país não regista casos confirmados da epidemia, que teve um total de 3.922 pacientes suspeitos.

Na atualização sobre a mais recente campanha de vacinação, a agência da ONU anunciou que o Comité de Emergência sobre a Febre Amarela terá o próximo encontro a 31 de agosto na cidade suíça.

Na última reunião, realizada em maio, o grupo de especialistas declarou que a epidemia não era uma emergência de saúde pública mundial mas “uma ameaça grave que exigia resposta”.

Kinshasa

A campanha vacinação também decorre na República Democrática do Congo, onde a OMS destacou uma “boa participação e nenhum incidente” desde o seu início a 16 de agosto na capital, Kinshasa.

A maior cidade congolesa tem mais de 5,3 milhões de pessoas vacinadas, o equivalente a mais de 70% da população planeada para a campanha.

A cobertura é feita em 32 regiões de Kinshasa, as únicas onde são aplicadas doses fracionadas, ou de emergência. A administração de um quinto da dose da vacina-padrão foi recomendada pelo Comité de Emergência sobre a Febre Amarela.

Leia Mais:

Possibilidade de epidemia de zika ainda preocupa OMS em África

Angola acolhe grande campanha de emergência contra febre amarela

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud