Entrevista: 303 mil mulheres morrem por ano durante a gravidez ou no parto

16 agosto 2016

A Organização Mundial da Saúde afirmou que 2,7 milhões de crianças morrem todos os anos no mundo no primeiro mês de vida e 2,6 milhões de bebês nascem sem vida, ou seja, são natimortos.

A agência da ONU afirmou ainda que o dia do parto é o período mais perigoso para mães e bebês. Segundo a OMS, 303 mil mulheres morrem anualmente durante a gravidez ou na hora do parto.

Para combater o problema, a Organização Mundial da Saúde lançou três publicações que vão ajudar os governos mundiais a melhorar a coleta de dados nesse setor.

De Londres, em entrevista à Rádio ONU, o médico e pesquisador do Departamento de Saúde Reprodutiva e Pesquisa da Organização Mundial da Saúde, João Paulo de Souza, falou sobre o problema.

Ele citou as determinantes de mortalidade materna, neonatal e fetal e ainda disse como será possível evitar essas mortes.

Para a OMS, a maioria das mortes neonatais e dos bebês que nascem sem vida pode ser evitada com serviço de saúde de qualidade durante a gravidez ou parto.

Acompanhe a entrevista com Edgard Júnior.

Duração: 05’19”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud