Presença da língua em quatro continentes promove amizade entre povos
BR

16 agosto 2016

Doutor em língua portuguesa e presidente da Academia de Brasileira de Letras fala à Rádio ONU sobre as relações históricas e de cooperação internacional facilitadas por um idioma comum.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Uma língua em comum como fio condutor para ações de cooperação e entendimento entre os povos. Segundo o especialista em linguística e presidente da Academia Brasileira de Letras, este é um dos papéis do português falado em todos os continentes por cidadãos de mais de oito países.

Nesta entrevista à Rádio ONU, Domício Proença Filho comentou a estratégia de internacionalização do português, aprovada por todas as nações que falam o idioma como língua oficial, em 2008.

Veículo

“É uma língua falada por 260 milhões de pessoas. É uma língua falada em todos os continentes. Ela já é por si um veículo de comunicação espalhado pelo mundo.  (...) Então, a internacionalização é uma espécie de uma  arrumação do que já existe. Várias comunidades em que a língua portuguesa está presente por que não dimensionar isso em grande? Fazer com que ela seja encarada realmente como um instrumento capaz de unir essas comunidades todas, esses povos todos.”

A estratégia de internacionalização da língua portuguesa foi anunciada por Portugal durante o Encontro de Cúpula de Chefes de Estado e Governo lusófonos em 2008, em Lisboa. A decisão foi endossada pelos líderes de todos os integrantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Cplp, como uma política de promoção do idioma.

De acordo com o presidente da ABL, Domício Proença Filho, a entidade tem mantido laços de cooperação com a Cplp e com o Instituto Internacional de Língua Portuguesa, Illp.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud