ONU condena atentados na Tailândia
BR

12 agosto 2016

Secretário-geral enviou condolência às famílias das vítimas e desejou pronta recuperação dos feridos; chefe da ONU quer que os responsáveis pelos ataques sejam levados rapidamente à justiça.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou os atentados a bomba ocorridos num período de 24 horas entre esta quinta e sexta-feira na Tailândia.

Em comunicado, Ban enviou condolências às famílias das vítimas  e desejou pronta recuperação dos feridos. Ele quer que os responsáveis pelos ataques sejam levados rapidamente à justiça.

Resort Turísticos

As agências de notícias disseram que pelo menos duas pessoas morreram nas explosões e pelo menos 10 estrangeiros ficaram feridos, são eles três alemães, três italianos e três holandeses e um austríaco.

As cidades atingidas, como Hua Hin, são todas resort turísticos. Assim como a ilha de Phuket.

A Organização Mundial do Turismo, OMT, também se manifestou expressando condolências aos amigos, familiares e ao povo tailandês.

O chefe da agência da ONU, Taleb Rifai, disse que “a Tailândia é um dos destinos turísticos mais consolidados do mundo. Um destino onde pessoas de todas as culturas se unem e aproveitam para fomentar o desenvolvimento”.

A OMT expressou total confiança de que este sentimento irá continuar e aguarda as comemorações do Dia Mundial do Turismo, na capital do país, Bangcoc, em 27 de setembro.

Leia e Ouça:

Unicef condena assassinato de quatro crianças no Iêmen

Agências da ONU alertam sobre despero de civis em Alepo, na Síria

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud