Unicef deplora morte de crianças vítimas da violência no Iémen

9 agosto 2016

Em distrito ao leste da capital, Sana, quatro menores foram mortos e três ficaram feridos no domingo; para agência da ONU, as crianças estão a pagar o preço mais alto do conflito iemenita.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, deplora o aumento da violência no Iémen, após quatro crianças terem sido mortas no domingo. Na ação, ocorrida no distrito de Nihm, a leste da capital Sana, outros três menores ficaram feridos.

A agência da ONU faz um apelo às partes em conflito, para que exerçam precaução máxima e evitem ataques a prédios e infraestruturas civis.

Vítimas

O representante do Unicef no país, Julien Harneis, declarou que “as crianças estão a pagar o preço mais alto do conflito iemenita”.

Segundo o especialista, desde a escalada do confronto, em março do ano passado, o Unicef registou mais de 1,1 mil crianças mortas e 1.650 feridas no Iémen, todas vítimas da onda de violência. Porém, o total pode ser ainda maior.

A agência da ONU pede a todos os lados em confronto para que respeitem a Lei Internacional Humanitária e deixem as crianças de fora de qualquer perigo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud