União Africana e agências humanitárias reforçam parceria em prol da Somália

9 agosto 2016

Entidades decidem reforçar relações e reconhecem que cooperação é essencial para o retorno da paz e da estabilidade no país; um dos objetivos é evitar que jovens sejam recrutados pela milícia Al-Shabaab.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Organizações humanitárias firmaram uma parceria com a Missão da União Africana na Somália, Amisom, com o objetivo de restaurar a paz e a estabilidade no país.

Numa reunião em Kismayo, as entidades decidiram que o trabalho em conjunto é essencial para acelerar o processo de estabilização. Os representantes também comentaram a importância de garantir os direitos dos civis a viver em áreas de conflito.

Radicalização

O chefe humanitário da Amisom, Jackson Basoronga, afirmou que melhorar as relações com agências humanitárias ajudará a reforçar a segurança no país.

A Missão da União Africana na Somália lançou uma série de programas tendo em vista melhorar os contatos entre militares e civis, além de prevenir a radicalização e o recrutamento de jovens pela milícia Al-Shabab.

Ex-Refugiados

Na reunião, foi discutido como continuar a ajudar os refugiados a ter abrigo em locais seguros, que já foram estabilizados pela Amisom e pelas forças de segurança somalis.

Ajudar deslocados internos e ex-refugiados somalis a retornar ao país é também prioridade. Muitos que estavam a viver em países vizinhos estão agora abrigados em áreas que já estão livres da presença dos militantes Al-Shabab.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, cerca de 6 mil somalis retornaram ao país no ano passado, após passagem pelo campo de refugiados de Dadaab, no Quénia. Todos participaram do programa de repatriamento voluntário.

Leia e Oiça:

Puntlândia e Somalilândia têm 40% dos seus habitantes a precisar de auxílio

Ban: "crianças pagam o preço mais alto em tempos de guerra"

Ban fala de "narrativa desconhecida" sobre estabilidade em África

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud