Secretário-geral condena ataque em hospital no Paquistão
BR

8 agosto 2016

Agências de notícias revelam que pelo menos 70 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas com explosão de bomba; chocado com ação em hospital, Ban Ki-moon faz apelo ao governo do país.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU condenou o atentado terrorista ocorrido esta segunda-feira contra um hospital civil em Quetta, no Paquistão. Para Ban Ki-moon, ter um hospital como alvo torna o ataque ainda mais chocante.

Pelo menos 70 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas com a explosão, de acordo com números de agências de notícias.

Solidariedade

Em comunicado divulgado por seu porta-voz, o chefe da ONU faz um apelo urgente ao governo paquistanês, para garantir a segurança da população.

Ban pede também que os responsáveis pelo atentado sejam levados à Justiça. Ele enviou os pêsames aos familiares das vítimas e espera que os feridos se recuperem rapidamente. O secretário-geral  também reforçou sua solidariedade com o povo e o governo do Paquistão.

Leia e Ouça:

ONU aplaude doação de €50 milhões contra ameaça terrorista do Boko Haram

Irã executa 20 pessoas acusadas de terrorismo numa só semana

Relator da ONU pede proteção para milhões de sírios em regiões sitiadas

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud