Chefe da ONU saúda envio de forças de proteção ao Sudão do Sul
BR

7 agosto 2016

Decisão foi tomada pela Autoridade Intergovernamental sobre Desenvolvimento em reunião na Etiópia; Ban Ki-moon pediu a líderes sul-sudaneses que demonstrem compromisso com implementação do acordo sobre a resolução do conflito do país.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, saudou a decisão de líderes africanos sobre o envio de uma força de proteção ao Sudão do Sul.

Em nota emitida por seu porta-voz, Ban elogiou os líderes da Autoridade Intergovernamental sobre Desenvolvimento, Igad, por sua “ação decisiva e saudou a aceitação da força de proteção regional pelo governo do Sudão do Sul”.

Caminho

A decisão foi acordada em uma reunião regional em Adis Abeba, na Etiópia.

Na nota, o chefe da ONU pediu aos líderes sul-sudaneses que coloquem de lado suas diferenças pessoais e demonstrem seu compromisso com a implementação do acordo sobre a resolução do conflito do país. Segundo Ban, este permanece o “único caminho viável para acabar com a crise”.

Conflito

Confrontos entre as forças leais ao presidente Salva Kiir e aquelas que apoiam o primeiro-vice-presidente Riek Machar, eclodiram em 7 de julho, próximo ao quinto aniversário de independência do país.

Complexos da ONU e locais de proteção de civis administrados pela Missão da organização no Sudão do Sul, Unmiss, foram atacados durante os combates.

De acordo com o alto comissário para direitos humanos, Zeid Al Hussein, uma investigação preliminar da ONU sobre os combates e após eles terem ocorrido revelou que forças do governo cometeram assassinatos, estupros e saquearam e destruíram propriedades.

A declaração deste domingo destaca que o secretário-geral permanece profundamente preocupado com contínuos combates no país e pediu um fim imediato das hostilidades.

Leia Ouça:

Fora da escola, crianças são recrutadas para combates no Sudão do Sul 

ONU cita "morte e estupro de civis por forças de segurança" no Sudão do Sul 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud