Entrevista: Antonio Prado

26 julho 2016

A Comissão Econômica da América Latina e Caribe, Cepal, divulgou esta terça um estudo sobre a região. A previsão é de retração econômica de 3,5% para o Brasil.

A desaceleração na Venezuela deve ser ainda maior, de 8%, como explicou à Rádio ONU o secretário-executivo adjunto da Cepal.
De Santiago, no Chile, Antonio Prado destacou que no caso do Brasil, a retração é influenciada pela queda nos investimentos e no consumo.
Prado conversou com Leda Letra. Ouça a entrevista.
Tempo: 5'30''.