Unctad14: negociadores chegam a “Consenso de Nairobi”
BR

22 julho 2016

Documento define o programa de trabalho Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento; para presidente da sessão, Amina Mohamed, está é uma “grande vitória para o multilateralismo”.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

Depois de “longas discussões e duas noites sem dormir”, negociadores presentes na 14ª Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad14, chegaram nesta sexta-feira a um acordo conhecido como “Consenso de Nairobi”.

O documento define o programa de trabalho da agência para os próximos quatro anos. Este é o último dia do encontro mundial que foi realizado na capital queniana.

Grande Vitória

A presidente da Unctad14, Amina Mohamed, celebrou a adoção do documento.

Segundo Mohamed, este é “um bom dia para o Quênia, para a Unctad, para a comunidade internacional e uma grande vitória para o multilateralismo”.

Papel Central

O secretário-geral da Unctad, Mukhisa Kituyi, também expressou sua satisfação de que os 194 Estados-membros da agência tenham chegado a este consenso, “dando à Unctad um papel central” na realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Kituyi afirmou que com este documento, a agência pode fazer a “análise de ponta, construção de consenso politico e fornecimento de assistência técnica necessária para que a globalização e o comércio funcionem para bilhões de pessoas no sul global”.

Mais de 5 mil delegados de 149 países participaram da Unctad14.

O primeiro documento acordado pelos negociadores, a declaração política, preparado sob a responsabilidade do governo queniano, representa uma “expressão ampla do estado econômico e social do mundo”.

O segundo documento que estava sendo negociado é o chamado “Consenso de Nairobi”.

A Unctad14 começou no último domingo. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, e o vice-presidente de Uganda, Edward Kiwanuka Ssekandi, participaram da cerimônia de abertura.

Progresso Congresso

Segundo a Unctad, a conferência viu “progresso concreto”, incluindo o lançamento de uma nova iniciativa de comércio eletrônico e o primeiro relatório estatístico da ONU sobre os indicadores dos ODS.

Outros avanços citados foram o lançamento de um fundo sobre comércio e capacidade produtiva e o compromisso de mais de 90 países para um plano sobre subsídios para pesca.

Na conferência também foi realizado um evento de moda, destacando o potencial criativo e comercial desta indústria no Quênia. O relatório sobre o desenvolvimento econômico na África também foi lançado no encontro.

Leia e Ouça:

África deve investir US$ 600 mil milhões anuais para cumprir metas globais

Unctad14: centenas de líderes jovens propõem ideias para o progresso global

Unctad: países precisam cumprir cota de 0,7% para desenvolvimento

Comércio e Desenvolvimento globais reúnem mais de 5 mil em Nairobi 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud