Turismo tem crescimento de 5% entre janeiro de abril de 2016, revela OMT
BR

19 julho 2016

Organização Mundial do Turismo revela que tendência é de subida para a segunda metade do ano; boa performance pode levar ao sétimo crescimento consecutivo anual no setor.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Este ano de 2016 pode entrar para a história do setor de turismo como o sétimo consecutivo em crescimento. A previsão é da Organização Mundial do Turismo, OMT.

Em nota, divulgada nesta terça-feira, em Madri, sede da agência, a OMT revela que as chegadas internacionais aumentaram, em média, 5% entre janeiro e abril deste ano. Os dados são do Barômetro Mundial de Turismo. Algumas subregiões tiveram um desempenho ainda melhor com dois dígitos.

Alta estação

As tendências devem ser confirmadas no segundo trimestre, quando 500 milhões de turistas são esperados no Hemisfério Norte para a alta estação de férias. O aumento de 5% representa 18 milhões a mais de viajantes, se comparado ao mesmo período do ano passado.

O secretário-geral da OMT, Taleb Rifai, aposta no crescimento do setor, que segundo ele é forte e dinâmico. Mesmo assim, ele acredita que os incidentes trágicos dos últimos meses e a questão da segurança continuam sendo um desafio para todos.

O maior crescimento ocorreu na África Subsaariana, com 13% a mais de chegadas, seguida pelo sudeste da Ásia e a Oceania, com 10%. Já a Ásia Pacífico aumentou 9%, um pouco mais que as demais regiões asiáticas, que subiram 7%.

Europa

Nas Américas, houve um crescimento de 6% e as quatros subregiões continuam registrando alta. A América Central e a América do Sul têm 7% de ganho. Já Caribe, 6%, e América do Norte, 5%.

Somente nos Estados Unidos em maio, o setor de turismo expandiu 9%. A região mais visitada do mundo segue sendo a Europa, onde houve um aumento de 4% no número de chegadas. A queda em volume de visitantes ocorreu no Oriente Médio. Até abril, eram 7% menos.

Brasil

A novidade esperada sãos os números do Brasil que deve receber mais visitantes que em outros anos por causa da realização dos Jogos Olímpicos em agosto, no Rio de Janeiro.

Mas de acordo com a OMT, existe um lado negativo nessas previsões por causa da alta preocupação com a questão da insegurança.

A decisão do Reino Unido de se retirar da União Europeia também pode ter algum efeito no setor de turismo, mas segundo a OMT, não haverá nenhum grande impacto em termos internacionais para o mercado.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud