Avião do PMA com alimentos chega ao nordeste da Síria pela primeira vez
BR

11 julho 2016

Famílias em Al Hasakah estão sem receber ajuda humanitária há mais de seis meses; aeronave pousou na região carregando 40 toneladas de arroz, leguminosas, sal, óleo vegetal e açúcar.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Um avião do Programa Mundial de Alimentos, PMA, pousou durante o fim de semana no aeroporto da província de Al Hasakah, no nordeste da Síria. Esta foi a primeira vez que uma aeronave da agência da ONU levou mantimentos para a região.

O avião carregava 40 toneladas de arroz, triguilho, leguminosas, sal, óleo vegetal, açúcar. O PMA também enviou um produto para prevenir desnutrição em crianças.

Bloqueios

A ONU calcula que 275 mil pessoas que vivem na província de Al Hasakah precisam de assistência humanitária, mas já estão há mais de seis meses sem receber ajuda.

Durante o período de um mês, o avião voará cerca de 25 vezes entre Damasco e Qamishly, entregando 1 mil toneladas de suprimentos, como alimentos, produtos de nutrição, medicamentos e outros itens enviados por outras agências, como a Organização Mundial da Saúde, OMS, e a Agência da ONU para Refugiados, Acnur.

A prioridade de momento é entregar alimentos para 75 mil pessoas, sendo muitas famílias de deslocados internos e refugiados iraquianos. As estradas que levam à província de Al Hasakah estão bloqueadas pelo autoproclamado Estado Islâmico do Iraque e do Levante, Isil, há mais de dois anos. Já as fronteiras de ligação com países vizinhos foram fechadas no começo desde ano.

Leia e Ouça:

Acnur alerta para aumento da pobreza de refugiados sírios

Duas cidades sírias recebem ajuda pela primeira vez desde 2012

ONU pede mais fundos e solidariedade para ajuda humanitária

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud