Ban firma livro de condolências à Turquia após ataque
BR

30 junho 2016

Na Missão do país junto às Nações Unidas, secretário-geral, Ban Ki-moon, expressou condolências às vítimas do ataque terrorista no aeroporto internacional de Istambul; ação matou mais de 40 pessoas.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.*

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, foi à Missão da Turquia nesta quinta-feira onde assinou o livro de condolências às vítimas do ataque terrorista no Aeroporto Internacional de Istambul. Ele também desejou rápida recuperação aos muitos feridos.

Ban reiterou que as Nações Unidas estão “firmes ao lado da população e do governo turcos no combate ao terrorismo e extremismo”.

Humanidade

Segundo agências de notícias, pelo menos 42 pessoas morreram e mais de 230 ficaram feridas no atentado, na terça-feira.

Ban voltou a dizer que “não há justificativa para o terrorismo” e declarou que tais atos “hediondos” devem ser derrotados “em nome da humanidade”.

O secretário-geral afirmou esperar sinceramente que a população e o governo da Turquia possam superar essa “tragédia chocante”.

União Internacional

O chefe da ONU declarou que “a comunidade internacional deve estar unida para derrotar e combater o terrorismo”. Ao mesmo tempo, Ban ressaltou que é preciso fazer todo o possível para prevenir esse extremismo violento. As Nações Unidas vão discutir a questão na tarde desta quinta-feira.

O secretário-geral lembrou que a Turquia tem abrigado muitos refugiados e destacou o “apoio muito generoso” do país a milhões de deslocados. Ele ressaltou que segurança deve ser defendida em todos os momentos.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

Leia e Ouça:

Nações Unidas condenam ataque na Turquia que matou mais de 40 pessoas

ONU pede mais fundos e solidariedade para ajuda humanitária

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud