Em Cuba, Ban presencia assinatura de cessar-fogo sobre conflito na Colômbia
BR

23 junho 2016

Secretário-geral também observará o compromisso de deposição de armas entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo, Farc-EP, e o governo colombiano; ele também se reuniu com Nicolás Maduro, da Venezuela, e o presidente cubano, Raúl Castro.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, está em Havana, capital de Cuba, para a assinatura do acordo de cessar-fogo e de deposição de armas entre o governo da Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias do país, Farc- Exército do Povo, Farc-EP.

A informação é do porta-voz de Ban Ki-moon. Segundo ele, o chefe da ONU se reuniu em momentos separados com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e o comandante da Farc-EP, Timoleón Jiménez, também conhecido como Timoshenko.

Presença política

Ban disse que o acordo é uma demonstração clara de que as partes estão comprometidas em alcançar um Acordo Final de Paz num futuro próximo.

O líder das Nações Unidas também debateu aspectos pendentes das negociações de paz, assim como preparações para a mobilização de uma Missão da ONU à Colômbia. Em janeiro, o Conselho de Segurança aprovou uma presença política para acompanhar a implementação do cessar-fogo.

A missão deve começar a atuar assim que o acordo final for assinado. O chefe do grupo será o representante especial de Ban, Jean Arnault.

Ban Ki-moon manteve um encontro com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e elogiou o papel do país no processo de paz colombiano. Ele pediu um diálogo político inclusivo na Venezuela.

Ban deixa Havana ainda na tarde desta quinta-feira a caminho da França para uma visita oficial, que começa nesta sexta-feira.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud