Entrevista: Rolf Traeger

21 junho 2016

O relatório Investimento Mundial 2016 afirmou que o Investimento Direto Estrangeiro Global, (FDI na sigla em inglês), atingiu US$ 1,7 trilhão em 2015, um aumento de 38% em comparação ao ano anterior.

O documento, preparado pela Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, diz que a principal razão para esse resultado foi a alta das fusões e aquisições de empresas, que subiram mais de 70%.

De Genebra, em entrevista à Rádio ONU, o chefe da seção dos Países Menos Avançados da Unctad, Rolf Traeger, falou sobre as conclusões do relatório em relação ao Brasil.

Ele disse que no “caso do país, o movimento do investimento direto estrangeiro refletiu dois fatores. Em primeiro lugar, a crise econômica aguda pela qual o país passa atualmente e, em segundo, uma retração no setor das indústrias extrativas, ou seja, nas indústrias de commodities”.

O Investimento Direto Estrangeiro no Brasil caiu 12% em 2015 para US$ 65 bilhões. Mesmo assim, o país foi o que mais recebeu na América Latina e no Caribe.

Acompanhe a entrevista com Edgard Júnior

Duração: 5'19"

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud