Ban pede práticas saudáveis no Dia Internacional da Ioga
BR

21 junho 2016

Secretário-geral da ONU afirmou que ela é uma prática espiritual, mental e física antiga que teve origem na Índia; ele disse que a prática simboliza a união do corpo e da consciência.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu a todos que pratiquem hábitos e estilos de vida saudáveis para marcar o Dia Internacional da Ioga, esta terça-feira, 21 de junho.

Em comunicado, Ban disse que “todos devem assumir o compromisso de união com os seres humanos, sem se importar com raça, religião, idade, gênero ou orientação sexual”.

Índia

O chefe da ONU afirmou que a Ioga “é uma antiga prática espiritual, mental e física que teve origem na Índia e é vista no mundo inteiro”. Ele declarou que a palavra “Ioga” vem do sânscrito e significa juntar, unir, simbolizando a união do “corpo e da consciência”.

Segundo Ban, a Ioga equilibra o corpo e a alma, a saúde física e o bem-estar mental. Ela promove a harmonia com a natureza, entre as pessoas e entre os próprios praticantes.

O secretário-geral disse que este ano, o Dia Internacional da Ioga tem como foco o importante papel que uma vida saudável tem no alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, adotados por todos os 193 Estados-membros da ONU em setembro de 2015.

Benefícios

Como exercício físico, Ban explicou que a Ioga tem vários benefícios. O sedentarismo está ligado a várias doenças crônicas, como câncer, diabetes e problemas do coração. Todas elas estão entre as principais causas de morte no mundo.

Para Ban, “ao melhorar a condição física, ao ensinar como respirar corretamente e a reduzir o estresse, a Ioga pode ajudar a todos a cultivar estilos de vida saudáveis”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud