No Conselho de Segurança, Ban reforça urgência de proteção de civis
BR

10 junho 2016

Secretário-geral fez a declaração em debate nesta sexta-feira; ele disse que as operações de paz da ONU têm um papel “modesto, mas vital” para proteger a população civil.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, falou esta sexta-feira sobre a “necessidade urgente de medidas concretas para a proteção de civis”.

Ban fez a declaração durante debate no Conselho de Segurança sobre a “Proteção de Civis no Contexto das Operações de Paz”.

Ampla Responsabilidade

O chefe da ONU disse que “proteger civis é uma ampla responsabilidade envolvendo todos os setores fundamentais das Nações Unidas: direitos humanos, humanitários e políticos, e tropas de paz”.

Ban explicou aos integrantes do Conselho de Segurança que seu último relatório sobre o assunto “reforça o modesto, mas vital papel que as operações de paz da ONU podem ter na proteção de civis”.

O documento cita a importância “não só do Conselho, mas também dos Estados-membros e do Secretariado das Nações Unidas de aumentarem suas contribuições”.

O chefe da ONU afirmou que as operações de paz são mais eficazes na proteção de civis quando a proteção é considerada uma atividade ampla e seguindo uma estratégica política sólida.

Participação

Ele disse ainda que “é essencial a participação dos civis no diálogo político com as partes em conflito”.

Ban citou também o trabalho da polícia da ONU, responsável atualmente pela proteção de milhares de deslocados internos nas bases da missão de paz no Sudão do Sul. Ele pediu ao Conselho de Segurança que dê prioridade a uma estratégia política quando considerar a proteção de civis.

Na opinião do secretário-geral, “isso pode ser mais crítico do que equipamentos militares ou número de soldados”.

Ban declarou que a “solução para proteger civis em conflitos é encontrar soluções políticas sustentáveis, que tenham como base o Estado de direito e as leis de direitos humanos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud