Sul-sudanesas criam agenda para acordo sensível a questões de género

1 junho 2016

Mais de 500 mulheres de todos os estados do país participatram de conferência sobre o tema na capital Juba; ONU Mulheres falou com participantes sobre passos e desafios previstos.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Mais de 500 mulheres de todos os estados do Sudão do Sul adotaram uma agenda de sete pontos sobre como implementar um acordo de paz que responda a questões de género.

A adoção ocorreu em uma conferência no fim de maio na capital Juba chamada “Mulheres Lutam por Unidade na Diversidade”, em tradução livre.

ONU Mulheres

A ONU Mulheres falou diretamente com algumas participantes sobre suas visões para os próximos passos e os desafios para garantir que o acordo de paz seja verdadeiramente sensível a questões de género.

As discussões na conferência se concentraram na importância de integrar as vozes das mulheres na implementação do acordo de paz e na formação de um governo transitório de unidade nacional.

Sete Pontos

A agenda de sete pontos foi chamada de “o Sudão do Sul que queremos” e vai buscar garantir que a implementação do tratado inclua e trabalhe pelas mulheres.

As participantes do encontro também resolveram criar uma instituição para monitorar sua aplicação.

Entre as principais recomendações estão cotas para mulheres, implementação do cessar-fogo em todas as áreas e consulta a mulheres sobre reformas na área de segurança.

Violência

O fim da violência sexual a mulheres, meninas e meninos e o respeito da liberdade de expressão de mulheres e da imprensa também foram destacados.

As participantes também reconheceram a necessidade de abordar as causas do conflito e alcançar a “reconciliação e cicatrização nacionais”.

Leia e Oiça:

Conselho de Segurança renova sanções contra Sudão do Sul

Em Juba, representante da ONU quer avanços no combate à violência sexual

Sudão do Sul: ONU pede reconciliação para “curar feridas do conflito”

Sudão do Sul permitiu estupros em troca de salário, segundo relatório da ONU 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud