Ban: “condenação de Habré é dia histórico para população do Chade”
BR

31 maio 2016

Secretário-geral se solidariza com as vítimas; decisão também foi elogiada pelo chefe de direitos humanos, Zeid Al Hussein, e pela representante especial sobre Violência Sexual em Conflito, Zainab Bangura.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou esta terça-feira que a condenação do ex-presidente do Chade, Hissène Habré, é um dia histórico para a população do país.

Reagindo ao anúncio feito, nesta segunda-feira, pela Câmara Africana Extraordinária, do Tribunal do Senegal, Ban afirmou que a decisão tem importância para os países da região, como também para o sistema de justiça criminal internacional.

Execuções e Tortura

Habré foi considerado culpado pelos crimes de escravidão sexual, homicídio, sequestro seguido de desaparecimento, execuções sumárias e tortura.

O porta-voz de Ban, Stephane Dujarric, afirmou que a decisão foi saudada também por outras autoridades da ONU.

Segundo Dujarric, o alto comissário para Direitos Humanos, Zeid Al Hussein disse que depois de vários anos de lutas e retrocessos, o veredicto é histórico com ramificações globais.

Marco Importante

Dujarric disse que a representante especial sobre Violência Sexual em Conflito, Zainab Bangura, também se pronunciou sobre o assunto.

Bangura afirmou que a decisão representa um marco importante para a justiça na África ao responsabilizar ex-chefes de Estado por crimes de violência sexual através de uma jurisdição universal.

O secretário-geral, Ban Ki-moon, disse que se solidariza com as vítimas dos crimes cometidos pelo ex-presidente do Chade.

Para ele, o resultado do julgamento envia uma forte mensagem aos responsáveis por crimes sérios de preocupação internacional, “inclusive os que ocupam altos cargos nos governos”.

Leia Mais:

ONU elogia condenação de ex-presidente do Chade

Ataques do Boko Haram provocam fuga de milhares no Níger

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud