Sahel precisa lidar com impactos da mudança climática

26 maio 2016

Afirmação foi feita ao Conselho de Segurança pelo representante do secretário-geral da ONU para a região africana; Mohammed Chambas destaca que consequências já estão a ser sentidas do Senegal ao Djibouti.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança realizou um debate na tarde desta quinta-feira, hora local em Nova Iorque, sobre a região africana do Sahel. O encontro contou com a participação do representante especial do secretário-geral da ONU para África Ocidental e Sahel.

Mohammed Ibn Chambas destacou que a região está a enfrentar, já há algum tempo, desafios com várias facetas. Ele mencionou um dos mais importantes desafios: a mudança climática, que está a ser sentida do Dacar ao Djibouti.

Situação do Mar

No Conselho de Segurança, o enviado da ONU citou impactos sentidos pelas sociedades africanas e seus meios de subsistência. Com isso, a segurança e a estabilidade também estão a ser afectadas.

Neste sentido, Chambas avalia que a mudança climática torna-se uma “ameaça fundamental à segurança humana”. O representante cita a exploração de recursos marinhos e a falta de regulamentação do sector.

O Sahel também é afectado por atividades criminosas, como a pirataria, que ameaçam a economia da região. Chambas destacou ainda que a erosão da costa e o aumento do nível do mar “constituem outros sérios desafios” à região africana.

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud